All posts tagged: comida de verdade

Marmita fria: salada de atum com feijão branco

Marmita fria também é amor: experimente salada de atum, feijão branco e espinafre

Nem todo mundo tem o privilégio de poder comer uma comida fresca e quentinha todos os dias. Às vezes falta tempo, espaço no escritório para comer…microondas para esquentar. Se você está enfrentando essa BARRA, meu amigo, vem comigo que hoje eu vou dar uma bela dica de marmita fria! No calor esse tipo de prato cai como uma luva e você não tem desculpa para não comer algo leve e caseiro. Primeiro: não dá trabalho . Segundo: é uma delícia! Terceiro: você pode comer em qualquer lugar: na mesa do escritório, numa praça, na área comum do prédio que trabalha. O que? Tem vergonha?   Gente, marmitar é motivo de orgulho. Tá na moda! Vamos ostentar cada vez mais nossas marmitas pro povo que olha torto começar a achar normal e, assim, criaremos uma grande nação de marmiteiros. Anota aê! Salada de atum com feijão branco Ingredientes 2 xícaras de feijão branco cozido (leia meu post sobre praticidade na cozinha e sempre tenha feijão cozido no freezer – acredite, isso MUDA A VIDA) 1/2 cebola …

Sopa de talo de aspargo

Aproveite os talos dos aspargos em uma deliciosa sopa

Prometi nesse post aqui que daria uma boa dica para aproveitar os talos do aspargo e, como o friozinho pede, vamos de sopa! Além de leve, é muito gostosa e tem outras qualidades interessantes. Olha aí, olha aí: Os talos de aspargo são ricos em fibras e têm poucas calorias. Além disso, auxiliam na digestão dos alimentos”, explica a nutricionista Cláudia Jeovane da Silva, nutricionista da ong Prato Cheio, parceira do Marmiteira.  E aí, vai jogar fora essa parte cheia de saúde? Claro que não, né! Afinal, o preço do aspargo tá pela hora da morte e além disso ele é uma delíciaaaa! Como essa parte é mais fibrosa, muita gente desperdiça. Eu já prefiro jogar na panela com batata e fazer este creminho que vale cada colherada. 😉 Sopa de talo de aspargo com batata Ingredientes 2 batatas médias Talos de um maço de aspargos 1/2 colher (sopa) sal 2 dentes de alho 1 fio de óleo Modo de preparo Cozinhe os talos do aspargo juntamente com as batatas em uma panela com água. Quando os dois amolecerem, bata …

Macarrão integral com aspargo e tomatinho assados

Não me dê flores, me dê aspargos! 

Não sou um ser humano muito romântico, então, quando meu marido quer me agradar, ele me traz COMIDA. Esses dias ele chegou do mercado e disse: “abre a mão e fecha o olho”. Quando abri tinha um lindo maço de aspargos frescos. Sim, amigos, não ganho buquê de flores, e sim, de aspargos. E é assim que eu gosto! Acho que ele se sensibilizou com o fato de toda vez que eu me deparo com aspargo no mercado digo “mas gente, por que tão caro?!?“. É, o bichinho é caro, mas vamos às suas qualidades! “O aspargo tem propriedades diuréticas e antioxidantes, além de ser rico em vitamina C e potássio!”, palavra da Raquel Labonia, da WellMove, parceira do Marmiteira.   Outra boa notícia é que dá pra aproveitar ele de cabo a rabo. Muita gente joga a parte mais fibrosa fora, mas eu vou dar uma receitinha em breve que leva estes talinhos maravilhosos. Aguardemmmm…!   Macarrão integral com tomate e aspargo assados no forno Ingredientes 1/2 pacote de macarrão parafuso integral 1 maço de …

Feira Washington D.C

Veja 4 dicas para tirar o melhor dos alimentos e ganhar em saúde

Você já parou para pensar no trajeto que um alimento percorre desde a hora em que ele sai da terra, até o momento em que é servido na mesa da sua casa? Se a resposta é não, sugiro que você comece a pensar. Todo mundo sabe que a nossa saúde é fruto das nossas escolhas, mas na correria em que se vive hoje em dia nem sempre é fácil parar para refletir sobre o impacto que o nosso consumo traz para a economia, para o meio ambiente e, claro, para nós mesmos. Na semana passada, aconteceu em São Paulo um evento para discutir justamente essa questão: a sustentabilidade do ciclo alimentar. Da Terra à Mesa foi organizado pela Raquel Labonia, da WellMove, parceira do Marmiteira, e contou com muita gente bacana e cheia de conteúdo: Viviane Kim (Liv Up), Adriana Oppenheim (Orgulho Xepa), Joana Ricci (Komborgânica), Camila Kneip (Ong Banco de Alimentos) e Maiara Batista (Rua Lixo Zero / Giral). Foi muito legal ver uma sala cheia de gente interessada em debater este tema e eu trouxe …

Caldo de carne caseiro

Caldo de carne caseiro tem muito menos gordura e sódio; faça o seu!

Não sei se vocês notaram, mas a expressão “menos sódio” está bombando. Fique dois minutos na frente da TV: pelo menos um comercial vai vender um produto que teve redução do tal “vilão”. Para quem está em busca de uma alimentação mais natural e equilibrada, o ideal é evitar ao máximo as opções prontas e congeladas; além dos famosos tabletinhos de caldo de legumes, frango, carne, etc.; usados para dar um “up” em determinados pratos. A verdade é que a nossa comida não precisa dessa química toda para ter sabor. Quanto mais acostumamos nosso paladar com coisas mais caseiras, menos temos vontade de comer coisas artificiais. Na minha casa nunca foi um hábito usar os tais tabletinhos, mas confesso que, por falta de conhecimento, acabei usando algumas vezes quando comecei a cozinhar. Com o tempo, vi que ele é totalmente dispensável. Neste post aqui eu dou uma dica bem bacana para quem quer aproveitar as cascas e talos dos legumes para fazer um caldo nutritivo e saboroso. Hoje vou falar dos benefícios do caldo de carne …

Carneloucaok

10 motivos para você fazer carne louca neste fim de semana

Eu trocaria qualquer festa temática moderna à la Frozen em buffet chiquérrimo pelos rolês de aniversário que rolavam lá em casa durante a minha infância. Lá era o esquema antigo, “roots”, sem frescura: era pão com carne louca na molecada, bolo de cenoura e uns docinhos enrolados no dia anterior. Poderia listar aqui 32 motivos para investir um tempinho nessa receita, mas vou começar com os 5 que mais me apetecem: Comer com pão francês quentinho e crocante; Rechear uma tapioca; Comer com macarrão; Comer com purê; Comer. Apesar destes motivos já serem suficientes, vamos a alguns menos zoeira. Rende bastante; Lagarto, a carne usada nessa receita, é magra; É versátil: combina com dez mil pratos diferentes; É uma receita com poucos ingredientes (adoro); É fácil de fazer! “Essa receita é realmente uma ótima escolha! Dá pra usar em refeições principais (almoço e jantar) e também como um lanchinho da tarde proteico. Uma boa dica é congelar em potinhos pequenos e usar ao longo do mês/semana como fonte de proteína do jantar (que é sempre aquela refeição que …

Patê de ricota com folha de rabanete

Folha de rabanete: não despreze o que a natureza te deu com tanto amor

Esses dias eu fui na feira e percebi que fazia muito tempo que eu não comprava rabanete. Eles estavam lindos, com aquela cor vibrante, em contraste com as folhas verdinhas. O feirante sacou o facão e já ia eliminar as pobrezinhas. Aí que eu falei: – Moço, tira a folha não. Não dá pra cumê? – Olha, moça, não sei não. (disse ele, fazendo uma careta) – Ah, deixa aí, vai! Vou testar! Eu já estou há algum tempo empenhada em aproveitar os alimentos de maneira integral, e agora mais ainda diante de uma linda novidade: o Marmiteira agora tem uma nova parceria com a associação Prato Cheio. 🙂 A partir de hoje as profissionais da instituição irão sempre me ajudar com dicas e informações importantes nas receitas em que serão usados talos, folhas, sementes e afins. Por conta de hábitos culturais, jogamos fora muita coisa que poderíamos comer e eu quero cada vez mais entender como diminuir esse montão de lixo que a gente vê na feira. Bora? As folhas do rabanete, que geralmente são …

Documentário The Kids Menu

‘The Kids Menu’: uma boa relação com a comida começa na infância

Pensar em mudança de hábito dá uma preguiiiiça na gente, né? É super confortável fazer sempre tudo do jeitinho que a gente sempre faz, ainda mais quando o assunto é alimentação. O ideal seria então, desde cedo, praticarmos escolhas mais saudáveis à mesa. Infelizmente, isso não é uma realidade, diante da enorme crise de obesidade infantil que o mundo todo enfrenta. E é nas crianças que está a perspectiva de uma geração mais bem informada sobre alimentação. Eu não tenho filhos mas sempre estou interessada em saber mais sobre a relação dos pequenos com a comida, afinal, eles refletem muito dos adultos também. Aí você pensa: “ah, então eu não sou mais criança, sou uma causa perdida”. Não é não! Minha dica é justamente olhar para essa capacidade infatil em mudar hábitos e acolher o novo com tanta curiosidade para se inspirar e melhorar a relação com a comida. Por isso hoje indico o documentário The Kids Menu (disponível no Netflix). O filme de Joe Cross – diretor de Fat, Sick & Nearly Dead – fala sobre …

Bolo de milho de liquidificador sem farinha

Bolo de milho de liquidificador é prático e não leva farinha

Acho que não preciso declarar mais uma vez o AMOR que tenho por bolo caseiro, né? Se você é leitor do Marmiteira já reparou que sou uma grande fã. Melhor ainda quando a receita é prática. E liquidificador é sinônimo de praticidade, então minha reação não poderia ser diferente ao perceber que este bolinho, que nem leva farinha, deu super certo: alegria! Bolo de milho de liquidificador (sem farinha) Ingredientes 1 lata de milho cozido no vapor (se você tiver a espiga, melhor, porque é in natura! Senão, o milho congelado é uma boa opção, eu só tinha lata neste dia, mas procuro evitar as conservas) 1 xícara de leite desnatado (ou 1 vidro de leite de coco, opcional) 2 ovos caipiras 2 colheres (sopa) de óleo de coco (ou 1/4 de lata do óleo que você tiver em casa) 1/2 xícara – DE MÃE – de açúcar orgânico (no caso minha mãe estava comigo nesse dia, no caso, ela me incentivou a colocar um pouco a mais de meia xícara, afinal ela é mãe e mães são …

Chá de casca de abacaxi

Casca de abacaxi não é lixo! Aprenda a fazer um delicioso chá

Descascar um abacaxi, definitivamente, não é uma missão para os fracos. Mas todo esforço dessa vida vem acompanhado de uma boa recompensa, e, neste caso de duas: comer a fruta e fazer um delicioso chá com sua casca. Sim, amigos! Aquele montão de casca espinhuda que a gente geralmente joga no lixo pode virar um maravilhoso chá. Com este friozinho, ele cai como um abraço gostoso. Outra coisa boa dessa receita é que dispensa o açúcar: como leva especiarias, ele é super aromático. Claro, você pode adoçar como preferir, e também pode dar seu toque especial no chá: hortelã e gengibre, por exemplo, combinam muito bem com a fruta. Você deve estar se perguntando: “ai, credo, mas a casca é suja! Vai saber por onde passou?!?”. Sim, ela é suja mesmo. Mas é só lavar, assim como fazemos com outros alimentos que vão pra dentro do nosso corpitcho com casca: maçã, pera, uva, tomate, abobrinha, berinjela, etc. Marcia Cristina Basilio, minha professora no curso de Aproveitamento Integral dos Alimentos (Senac), me disse que lavar bem …