All posts filed under: alimentação

Mix de Grãos Marmiteira

Cansou do arroz e feijão de todo dia? Varie essa marmita!

Arroz e feijão. Não me importa se o feijão veio por cima ou por baixo. Se o arroz foi colocado no centro, enquanto o feijão ficou na  margem do prato. Se vieram os dois numa maravilhosa mistura à la viradon de meu Deus…o caso é que…ETA combinação boua, amigos! Tendo arroz e feijão, eu tô é feliz e grata. Mas há quem diga que a combinação uma hora enjoa (como pode, gente?). Não é à toa que virou até expressão: “ai, miga, sabe aquele namoro que já deu, que tá no mesmo arroz-feijão de todo dia?”. Bom, pensando na sofrência de quem está cansado deste marasmo, eu consultei minha querida nutri Raquel Labonia, da WellMove, para pedir dicas de combinações nutricionais tão ricas quanto essa famosa dupla.  Defendo a variação de nutrientes na marmita, temos tantas opções gostosas e nutritivas disponíveis, não é verdade? Não tem desculpa para se alimentar mal, não. E hoje este post está tão chiquetoso que tem até infográfico para demonstrar isso que acabo de dizer. Dá uma olhada, confira as suas preferências e …

Fruta Imperfeita

Projeto ‘Fruta Imperfeita’ dá uma chance aos “feínhos”

Você sabia que para produzir uma única maçã, lá se vão 70 litros de água? Quem me contou isso foi o Roberto Fumio Matsuda, do projeto Fruta Imperfeita, um engenheiro que nada tinha a ver com a área de alimentação até se confrontar com este dado. Imagine então o desperdício caso essa maçãzinha não cresça tão bela, e fique lá, desprezada, na gôndola do mercado ou da feira, até finalmente terminar no lixo? Os produtores já entenderam que a gente só gosta de coisa bonitinha, dentro do padrão (ai, como somos caretinhas!) e nem mandam essas frutas ou legumes imperfeitos para o mercado, até porque eles não aceitam. “Começamos  a ver que os produtores rurais eram os que mais sofriam com isso. O maior problema deles era essa perda de produto na época de safra, quando produziam muitos alimentos e não conseguiam vender o que estava fora de padrão. Eles realmente jogavam fora, toneladas e toneladas”, conta Roberto. Pensando nisso, ele se uniu à também engenheira Nathalia Inada e eles criaram um delivery de frutas para …

Responsa App

Alimentação consciente: hoje tem dica de app e de curso

O mundo da alimentação está cheio de “desinformação”: mitos que são propagados sem serem checados; frases soltas saídas de bocas de famosas (que acabam virando verdades absolutas), e, sobretudo, o modismo que acaba colocando as coisas mais simples numa gourmetização desnecessária. Por outro lado, tem muita gente notando isso e remando contra a maré: tentando trazer INFORMAÇÃO e mostrar que comida boa e saudável é a de verdade, que cabe no bolso e que não é vendida em embalagem com mil promessas de emagrecimento. Comida boa é a que vem de uma cadeia sustentável: boa pro bolso, pras pessoas, pro planeta. Hoje vou falar de duas iniciativas na área de alimentação consciente. 🙂  Consumo com responsa! O aplicativo Responsa foi lançado este mês com o objetivo de dar ao usuário a chance de conhecer a origem do que está consumindo. O app traz um mapa de restaurantes que usam ingredientes orgânicos, feiras que oferecem produtos veganos/orgânicos com preços justos, hortas comunitárias, grupos de consumo responsável e outras experiências de agroecologia e economia solidária. O app é gratuito …

Food Eating Candy Chocolate Creative Commons

A mente está mais perto do estômago do que você imagina; Freud explica

“Perca 6 quilos em 5 dias”. Quantas vezes você já viu capas de revista com este tipo de manchete? Pelo menos umas mil, certo? O que não falta nesse mundo de hoje é gente dizendo o que a gente tem que comer, que horas e em que quantidade (isso sem falar que também nos dizem o que vestir e como transar, mas esse não é o assunto do post, rs). Até que ponto nos deixamos levar por toda essa interferência externa, sem ouvir nossas próprias vontades? No segundo dia do III Simpósio Brasileiro de Nutrição Comportamental (*), a pauta foi mais focada na ligação da mente e do corpo: o quanto nossos preconceitos, histórias pessoais, sentimentos e influências que sofremos regem a nossa relação com os alimentos. Seguem alguns destaques do dia. O prazer e a frustração ao comer A psicanálise explica, desde o seio materno, os sentimentos de frustração e prazer que sentimos ao comer (tem mamá, bebê fica feliz / não tem, chora). “A alimentação é o primeiro idioma que a gente fala“, disse a …

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Precisa de chia, amaranto e óleo de coco pra ser saudável? Não!

O que seria das nossas avós se ingredientes como blueberry, amaranto, chia, óleo de coco e outros itens da moda fossem fundamentais à nossa saúde? Certamente a Dona Nena, minha vó, não estaria aí sambando na cara da sociedade no auge dos seus 86 anos de idade, regados a receitas simples da roça como galinha caipira e polenta. Esse foi um dos assuntos discutidos nesta sexta-feira (7) no Simpósio Brasileiro de Nutrição Comportamental (*), que está na sua terceira edição e vai até amanhã na capital paulista. Nutricionistas, pesquisadores, chefs de cozinha e outros especialistas da área da alimentação se reúnem neste evento para discutir o tão nobre ato de comer – e, sobretudo, como nos relacionamos com a comida. Escolhi começar destacando esse lance do modismo de ingredientes que “ajudam no emagrecimento” simplesmente porque tem tudo a ver com o que eu acredito e tento mostrar aqui no Marmiteira: para ser saudável, não precisa gastar tubos de dinheiro. Claro que se você puder incluir óleo de coco e a linhaça dourada na sua alimentação sua saúde …

Feira Washington D.C

Veja 4 dicas para tirar o melhor dos alimentos e ganhar em saúde

Você já parou para pensar no trajeto que um alimento percorre desde a hora em que ele sai da terra, até o momento em que é servido na mesa da sua casa? Se a resposta é não, sugiro que você comece a pensar. Todo mundo sabe que a nossa saúde é fruto das nossas escolhas, mas na correria em que se vive hoje em dia nem sempre é fácil parar para refletir sobre o impacto que o nosso consumo traz para a economia, para o meio ambiente e, claro, para nós mesmos. Na semana passada, aconteceu em São Paulo um evento para discutir justamente essa questão: a sustentabilidade do ciclo alimentar. Da Terra à Mesa foi organizado pela Raquel Labonia, da WellMove, parceira do Marmiteira, e contou com muita gente bacana e cheia de conteúdo: Viviane Kim (Liv Up), Adriana Oppenheim (Orgulho Xepa), Joana Ricci (Komborgânica), Camila Kneip (Ong Banco de Alimentos) e Maiara Batista (Rua Lixo Zero / Giral). Foi muito legal ver uma sala cheia de gente interessada em debater este tema e eu trouxe …

Caldo de carne caseiro

Caldo de carne caseiro tem muito menos gordura e sódio; faça o seu!

Não sei se vocês notaram, mas a expressão “menos sódio” está bombando. Fique dois minutos na frente da TV: pelo menos um comercial vai vender um produto que teve redução do tal “vilão”. Para quem está em busca de uma alimentação mais natural e equilibrada, o ideal é evitar ao máximo as opções prontas e congeladas; além dos famosos tabletinhos de caldo de legumes, frango, carne, etc.; usados para dar um “up” em determinados pratos. A verdade é que a nossa comida não precisa dessa química toda para ter sabor. Quanto mais acostumamos nosso paladar com coisas mais caseiras, menos temos vontade de comer coisas artificiais. Na minha casa nunca foi um hábito usar os tais tabletinhos, mas confesso que, por falta de conhecimento, acabei usando algumas vezes quando comecei a cozinhar. Com o tempo, vi que ele é totalmente dispensável. Neste post aqui eu dou uma dica bem bacana para quem quer aproveitar as cascas e talos dos legumes para fazer um caldo nutritivo e saboroso. Hoje vou falar dos benefícios do caldo de carne …

Foto: Creative Commons

Por uma vida mais leve! SP terá evento com aulas abertas e alimentação saudável  

Morar em uma grande metrópole como São Paulo muitas vezes nos dá o direito de lançar mão da desculpa: “tenho uma vida muito corrida” para justificar uma alimentação desregrada ou um dia a dia sedentário. Ok, essa é uma forma de se pensar. A outra seria: TUDO acontece em São Paulo! Tem atividade física para todos os gostos; as tendências mundiais do mundo fitness e da alimentação saudável sempre chegam por aqui primeiro. E o que dizer dos restaurantes, então? Atendem a todos os tipos de fome: a dos vegans, a dos vegetarianos, a dos simplesmente naturebas, a dos marombados, a dos que querem enfiar o pé na jaca. Trata-se de uma cidade muito democrática em termos de opção e, apesar da correria típica dos grande centros, com um pouco de força de vontade é possível levar uma vida mais ativa. Para provar isso, o Bem São Paulo reunirá, durante duas semanas, eventos que buscam fortalecer o estilo “saudável autêntico”, “sem rótulos, sem neuras, inclusivo”. O festival, que vai do dia 8 a 21 de agosto, será …

Aorta Comunitária

Colha algo fresquinho, no meio da cidade: conheça o projeto Aorta Comunitária

Se você é uma daquelas pessoas irritantes que têm horta em casa e sabe cuidar bem dela, sai pra lá (mentira, eu te invejo). Eu já tentei muitas vezes sem sucesso, e ainda pretendo escrever sobre a minha saga como forma de solidariedade para quem tem o mesmo problema que eu na hora de cuidar de uma plantinha. Diante da minha inabilidade em cultivar os próprios temperinhos, acabo comprando na feira ou no hortifruti e vira e mexe me pergunto o que vou fazer com TANTO majericão, tomilho, hortelã e por aí vai. Isso vale pra salada também: às vezes eu queria fazer um mix de folhas, mas comprar um pé de alface grande e um de rúcula já é muito para duas pessoas, dependendo da agenda da semana. Claro que a gente sempre tem uma técnica aqui, outra ali, para conservar as folhas e evitar o desperdício (nunca jogo nada fora). Mas já pensou que maravilhoso se a gente pudesse pegar numa horta somente a quantidade suficiente para o consumo? Sem trazer um excedente …

Bio Brazil Fair 2016

Bio Brazil Fair vai até sábado e traz novidades naturebas

Se você costuma circular em lojas de produtos naturais, empórios e afins, deve ter notado que aumentou a oferta de produtos fit, zero glúten, zero lactose, zero gordura, zero açúcar, opções vegan, orgânicas e afins. As gôndolas estão abarrotadas de produtos “do bem”, sob o rótulo da alimentação saudável. Eu acho que tudo isso tem seu valor desde que você conheça seu corpo, suas necessidades e, sobretudo, questione o que está comprando. Na dúvida, sou mais ficar com o 100% natural: acredito que é no produtos frescos (e sem rótulos) que está a fonte da nossa saúde. Mas é legal ver que tem muita gente interessada em mudar os modelos tradicionais de alimentação e a cara dos supermercados, que no Brasil ainda são majoritariamente tomados por produtos altamente processados. São pequenas e médias empresas, empreendedores, agricultores e todo um segmento empenhado na busca de alternativas menos carregadas de componentes químicos.  Prova disso é a Bio Brazil Fair, que, junto com a Natural Tech (uma feira dentro da outra feira) reúne 300 expositores de produtos orgânicos e naturais no Pavilhão da Bienal do …